Reprodução
Reprodução

Dilma encontrou Fidel Castro durante visita a Cuba

Reunião com ex-presidente não é confirmada oficialmente pelas autoridades brasileiras, mas sites cubanos relatam visita

Efe e agências

01 de fevereiro de 2012 | 10h12

HAVANA - A presidente do Brasil, Dilma Roussef, reuniu-se na tarde dessa quarta-feira, 31 de janeiro, com o ex-governante cubano Fidel Castro, segundo informações de fonte diplomáticas brasileiras. Sites oficias de Cuba também relataram o encontro.

A reunião entre Dilma e o líder da Revolução Cubana, de 85 anos e fora do governo desde 2006 por questões de saúde, teria ocorrido depois de um almoço com o presidente Raúl Castro. As fontes brasileiras, segundo a agência Efe, não detalharam os temas tratados nem a duração da conversa.

"A presidente Dilma Rousseff assistiu a uma reunião na tarde dessa quarta com o líder da Revolução Cubana Fidel Castro", publicou o portal oficial Cubadebate. O site afirma que o encontro foi confirmado pelo Itamaraty, segundo o qual uma "pequena delegação" acompanhou a presidente. Na mesma linha escreveu o blogueiro oficial Yohandry. Autoridades dos dois países ou outros meios de comunicação não confirmaram o encontro. Horas antes, porém, Dilma afirmou que aguardava a reunião "com muito orgulho".

Após o encontro com Fidel Castro, Dilma visitou o Porto de Mariel, que recebe financiamento do BNDES. Na manhã desta quarta-feira, 1º de fevereiro, viaja para o Haiti, onde se reunirá com o presidente Michel Martelly e visitará os militares brasileiros, responsáveis pela missão de paz da ONU no país.

Direitos Humanos. A primeira visita oficial de Dilma ao país foi pautada oficialmente pela agenda econômica, mas teve como pano de fundo a situação dos direitos humanos na ilha. Em entrevista a jornalistas em Havana, a presidente se disse favorável a tratar do tema, mas "em todo o mundo", inclusive o Brasil e sem esquecer os Estados Unidos e a base de Guantánamo. Dilma afirmou ainda que preferia abordar o assunto por uma "perspectiva multilateral".

Tudo o que sabemos sobre:
dilmacubafidel castro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.