Dilma embarca para a Índia e Temer vai à Coreia do Sul

Presidente e vice viajam em momento de tensão entre o governo e a base aliada; compromissos internacionais têm objetivos econômicos

Rosana de Cássia, da Agência Estado

23 de março de 2012 | 09h03

A presidente Dilma Rousseff embarcará no domingo, 25, para Nova Délhi, na Índia. Vai participar da 4ª reunião dos BRICS, grupo integrado pelo Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul. O retorno está previsto para o outro domingo, 1º de abril. O despacho presidencial, comunicando a viagem à Câmara e ao Senado, foi publicado nesta sexta-feira, 23, no Diário Oficial da União.

O vice-presidente, Michel Temer, também está viajando. Ele participa da II Cúpula de Segurança Nuclear, na Coreia do Sul e retornará somente na terça-feira, 27, segundo o mesmo despacho presidencial. Com isso, o presidente da Câmara, Marco Maia, assumirá, pela segunda vez, a presidência da República.

A viagem da presidente à Índia inclui negociações para o aumento do comércio entre os dois países e assinaturas de acordos bilaterais de cooperação técnica, meio ambiente, cultura, promoção da igualdade de gênero e avanços na área científica e tecnológica.

A viagem da presidente ocorre em um momento de tensão entre o Planalto e a base aliada do governo. Em meio a uma séria de derrotas sucessivas no Congresso, a articulação política do governo decidiu suspender por duas semanas a votação da Lei Geral da Copa e do Código Florestal. Nesse prazo, os líderes do governo vão tentar buscar apoio na tentativa de garantir votos para os dois projetos.

Tudo o que sabemos sobre:
DilmaÍndia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.