Dilma elogia prefeitos de SC em entrega de máquinas

A presidente Dilma Rousseff fez elogios aos prefeitos de Santa Catarina durante cerimônia de entrega de 59 motoniveladoras e 10 caminhões-caçamba para cidades do Estado, em São Francisco do Sul, ao dizer que os projetos enviados ao governo federal possuem "qualidade política". "Quando o projeto beneficia a população, você dá qualidade política no melhor sentido", disse a presidente.

JOSÉ ROBERTO CASTRO E CARLA ARAÚJO, Agência Estado

27 de novembro de 2013 | 13h05

Durante o evento, que marca também a ampliação do berço 201 do Porto de São Francisco do Sul, a presidente Dilma destacou que o porto da cidade é responsável por movimentação de grãos, "essenciais à balança comercial". "Esse porto tem um muita importância para o agronegócio brasileiro", completou.

Segundo Dilma, o Porto de São Francisco do Sul é o sétimo em movimentação e o segundo em carga geral. "É um porto que tem uma relevância para todo o Brasil." Ela disse ainda que a recuperação do berço 201 vai permitir que embarcações de maior porte cheguem ao local. "Isso significa a possibilidade de ter redução de custos", complementou, afirmando que em conjunto com o governos estadual, a União investiu R$ 34 milhões nas obras do porto.

A presidente fez questão de agradecer aos senadores e deputados pela aprovação da lei do Marco Regulatório dos Portos, que permitiu que portos privados possa receber cargas específicas e geral. "Com a lei dos portos nós estamos fazendo o Brasil avançar, com critérios melhores e permitindo a participação da iniciativa privada."

À tarde, a presidente participa da cerimônia de assinatura de ordem de serviço das obras de ampliação das barragens de Taió e Ituporanga, em Itajaí. Depois, em Florianópolis, ela preside assinatura de contratos de financiamento entre Banco do Brasil e Estado de Santa Catarina e de dragagem do Porto de Imbituba.

Tudo o que sabemos sobre:
DilmaSC

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.