Dilma e Palocci discutirão quadro político em reunião

A presidente Dilma Rousseff vai se reunir, entre hoje e amanhã, com o ministro-chefe da Casa Civil, Antonio Palocci, para discutir o quadro político atual. Eles farão uma análise da repercussão no Congresso da decisão do procurador-geral da República, Roberto Gurgel, de não abrir investigação contra o ministro para apurar as denúncias sobre a evolução de seu patrimônio. A princípio, a conversa entre Dilma e Palocci seria hoje pela manhã, mas a presidente priorizou outros temas.

LEONENCIO NOSSA E TÂNIA MONTEIRO, Agência Estado

07 de junho de 2011 | 17h56

Segundo fontes do governo, também será avaliado, nessa reunião, o trabalho feito pelo próprio Palocci de busca de apoio na base de sustentação do governo. Hoje, Palocci conversou com os líderes do PMDB na Câmara, deputado Henrique Eduardo Alves (RN), e do governo na Câmara, Cândido Vaccarezza (PT-SP). Os dois levaram à Câmara proposta do próprio Palocci para receber um convite para falar sobre as suspeitas de ilegalidades no aumento de seu patrimônio.

No Planalto, auxiliares da presidente avaliam que o trabalho de convencimento da base ainda depende de mais esforços. O Planalto está atento a iniciativas da oposição de se criar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar Palocci. Na avaliação de assessores do governo, no Senado, além de 18 opositores, apenas seis senadores dos partidos da base assinariam a proposta, o que não seria suficiente para atingir as 27 assinaturas necessárias para instalar a comissão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.