Dilma e ministros seguem para velório de Itamar em BH

A presidente Dilma Rousseff embarcou, no começo desta tarde, para Belo Horizonte, onde acompanhará o velório do senador e ex-presidente Itamar Franco. Dilma viajou acompanhada das ministras da Casa Civil, Gleisi Hoffman, das Relações Institucionais, Ideli Salvatti, da Secretaria de Comunicação Social, Helena Chagas e do ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota. A chegada à capital mineira está prevista para as 13h15. De acordo com previsão da Secretaria de Imprensa, Dilma deverá retornar a Brasília às 15 horas.

ROSANA DE CASSIA E EDUARDO KATTAH, Agência Estado

04 de julho de 2011 | 12h49

O corpo de Itamar Franco chegou nesta manhã ao Palácio da Liberdade, em Belo Horizonte, onde será velado. O corpo foi transferido da cidade de Juiz de Fora para a capital mineira, onde chegou na Base Aérea da Pampulha por volta das 10h30.

Coberto com as bandeiras do Brasil e de Minas Gerais, o caixão foi transportado em carro aberto pelo Corpo de Bombeiros e chegou por 11h40 na antiga sede do governo mineiro. Recepcionado pelos Dragões da Inconfidência, guarda de honra da Polícia Militar de Minas, o caixão foi recebido pelo governador Antonio Anastasia e pelo senador Aécio Neves, as filhas de Itamar, além de outras autoridades, amigos e parentes.

O caixão entrou carregado por militares ao som da música "Oh! Minas Gerais". Os presentes jogaram pétalas brancas em cima do caixão e aplaudiram. Um guarda dos Dragões da Inconfidência desmaiou pouco antes da entrada do caixão. Populares aguardam o início da visitação pública na Praça da Liberdade em frente ao Palácio.

Acompanham o velório, no hall de entrada do Palácio, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, o governador de São Paulo Geraldo Alckmin, o ex-governador de São Paulo José Serra, o ex-governador de Minas Gerais, Francelino Pereira e o senador Eduardo Suplicy. O corpo de Itamar será cremado no fim da tarde no Cemitério Parque Renascer, em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.