Dilma e Mantega recebem vencedor de prêmio de Matemática

A presidente Dilma Rousseff e os ministros Guido Mantega (Fazenda), Henrique Paim (Educação) e Clélio Campolina (Ciência e Tecnologia) receberam na manhã desta quinta-feira o matemático Artur Ávila, vencedor da Medalha Fields, para um café da manhã no Palácio da Alvorada. "Conversamos sobre temas ligados à educação, ciência brasileira, especialmente em parte o valor simbólico do prêmio", comentou Artur, em entrevista a jornalistas no Palácio do Planalto.

RAFAEL MORAES MOURA, Estadão Conteúdo

04 de setembro de 2014 | 13h37

"A conversa foi principalmente dedicada a tentar identificar uma maneira de como usar o modelo da matemática, especialmente para que sua implementação no Impa (Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada) se estenda a outros campos de conhecimento."

De acordo com o presidente da Academia Brasileira de Ciências, Jacob Palis, que também participou do café da manhã, comentou-se no encontro a importância de aumentar os investimentos em Ciência e Tecnologia. Palis defende que se chegue a um patamar de destinação de 2% do PIB para a área - atualmente, o investimento seria de 1,2, segundo ele.

"A presidente não se comprometeu (a elevar para 2%), mas acho que foi simpática à ideia. Isso consta do programa dos outros dois candidatos", disse Palis, em referência aos candidatos do PSB, Marina Silva, e do PSDB, Aécio Neves.

Compromisso

Um dos compromissos mais ambiciosos da campanha de Dilma em 2010 - o de "transformar o Brasil em potência científica e tecnológica" - aparece de forma tímida no programa deste ano.

"Deverá ser ampliada a produção da ciência, da tecnologia e da inovação necessárias para que o Brasil ingresse efetivamente numa sociedade do conhecimento", informa o programa desta eleição, que destaca a implantação das "plataformas de conhecimento".

O Brasil caiu seis posições no Índice Global de Inovação 2013, ocupando apenas o 64º lugar, atrás de Bulgária, Armênia, Romênia e México. Elaborado pela Organização Mundial de Propriedade Intelectual e a Universidade Cornell, o índice serve para apontar tendências e nortear decisões de agentes do setor público e privado.

Tudo o que sabemos sobre:
DilmaMantegaprêmio de Matemática

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.