Dilma é citada por 10% dos brasileiros por atuação em Santa Maria, diz pesquisa

Brasileiros também mencionaram a presidente devido aos anúncios de corte de impostos que ela fez na gestão

Célia Froufe, Agência Estado

19 de março de 2013 | 15h54

SÃO PAULO - A pesquisa CNI/Ibope divulgada nesta terça-feira, 19, mostrou que 12% dos brasileiros citaram a atuação da presidente Dilma Rousseff após a tragédia de Santa Maria, onde 241 pessoas morreram num incêndio na boate Kiss.

O segundo episódio mais mencionado pelos entrevistados foi quando a presidente anunciou a redução das tarifas de energia - a citação foi feita por 10% dos brasileiros. O anúncio do corte de impostos sobre a cesta básica ficou como o terceiro mais lembrado - 7% dos brasileiros fizeram menção.

A pesquisa revelou também pela primeira vez que o porcentual dos que consideram o governo da presidente Dilma Rousseff melhor superou o índice dos que preferiam o governo de Luiz Inácio Lula da Silva.

A pesquisa revelou também que para 20% da população o governo da presidente é melhor do que o de Lula. Essa é a quarta vez consecutiva que o levantamento mostra essa melhora. Já a avaliação de que o governo Dilma é pior do que seu antecessor caiu pela terceira vez consecutiva e chegou agora a  18%.

A avaliação de que o governo da presidente Dilma Rousseff é igual ao do antecessor Lula atingiu a marca de 61%. Essa é a maior taxa desde março de 2011, quando estava em 64%. No levantamento anterior, divulgado em dezembro, a taxa estava em 59%.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.