Dilma diz ter orgulho do PT e defende reforma política

A presidente Dilma Rousseff anunciou em seu perfil no Twitter que votará hoje na eleição interna do PT para escolha do novo presidente nacional do partido. Ela afirma ter orgulho do PT, "um partido nascido das lutas dos trabalhadores e que governa olhando para os mais pobres, os mais fracos, os mais necessitados". Segundo ela, assim foi no governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e assim é no seu governo.

RENATA VERÍSSIMO, Agência Estado

10 de novembro de 2013 | 12h52

"Não existe democracia sem partidos. Ao longo da história, a ideia da política sem partidos esteve sempre ligada à defesa de governos autoritários e elitistas", disse. No entanto, defendeu uma mudança no sistema político brasileiro. "Por isso, um dos cinco Pactos que lancei foi o da Reforma Política. A Reforma Política deve permitir à sociedade participar de forma efetiva dos destinos do País. Defendo uma Reforma Política decidida por consulta popular, ouvindo a população brasileira", afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:
dilmaptreforma política

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.