Dilma diz que 'tudo que for positivo' no governo é motivo de orgulho para ela

Confrontada, em entrevista coletiva, com a informação de que alguns ministérios estão montando cronogramas para divulgação de informações do governo federal para serem usados pela campanha presidencial petista, a candidata  Dilma Rousseff disse nesta quarta-feira, 11, que “tudo o que for positivo do governo” é motivo de “orgulho” para ela.

Carol Pires / BRASÍLIA, Estadão.com.br

11 de agosto de 2010 | 17h13

 

“Qual a correlação entre a minha campanha e os dados do governo? Tudo o que for positivo do governo é uma relação que eu tenho orgulho de ter participado”, afirmou a candidata. “Qual é a alternativa, esconder que o país esta bem? É não deixar saber que nos criamos 14 milhões de emprego? A quem interessa ocultar que a economia brasileira apresenta resultados elevados?”, questionou.

 

Dilma disse, no entanto, que essas informações sobre índices e conquistas do governo federal não têm tanto poder de influência sobre a população. “Por mais que haja esse poder da informação, o grande poder, o poder de fato que elas percebem é a mudança na vida de qualquer um de nós”, disse a petista, pouco antes de participar do evento IV Brasil nos Trilhos, promovido pela  Associação Nacional dos Transportadores Ferroviários (ANTF).

Tudo o que sabemos sobre:
dilmarousseffPTeleições2010

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.