Dilma diz PT pode definir candidato até outubro

O prazo foi defendido por Michel Temer, presidente licenciado do PMDB que quer aliança com PT

Leonardo Goy, de O Estado de S.Paulo,

21 de setembro de 2009 | 14h33

A ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, disse nesta segunda-feira, 21, que, "em princípio, é possível" que o PT defina até outubro o nome que vai lançar para concorrer à Presidência da República. O prazo foi defendido pelo presidente da Câmara, deputado Michel Temer (SP), que é presidente licenciado do PMDB e quer firmar uma aliança com o partido.    

 

"Eu entendo o anseio do presidente do PMDB (Michel Temer) para ter essa decisão até outubro. Eu acho que tem de haver um esforço para ver se isso é possível", afirmou a ministra, ao deixar a sede da Petrobras, em Brasília, onde participou de reunião do Conselho de Administração da estatal. "Cada partido tem o seu ritmo", ponderou Dilma, pré-candidata à sucessão presidencial.

 

As declarações da ministra vêm um dia após a publicação de entrevista de Temer ao Estado, na qual o presidente licenciado do PMDB cobra uma posição do PT acerca da aliança entre os dois partidos para 2010. Para Temer, "se não houver afirmação nacional de que há uma aliança, as coisas começam a desandar".

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
eleições 2010DilmaPT

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.