Dilma deve se encontrar amanhã com Sérgio Cabral

A presidente eleita, Dilma Rousseff (PT), deve se encontrar com o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB), para conversar sobre a operação contra o narcotráfico na capital fluminense. O encontro deve ocorrer amanhã, no entanto, local e horário ainda não foram definidos. As informações são da Assessoria de Imprensa da presidente.

CAROL PIRES, Agência Estado

29 de novembro de 2010 | 11h40

Dilma acompanha as operações conjuntas no Rio e achou positivo o saldo das ações no Complexo do Alemão - área ocupada desde ontem pela polícia. De acordo com a assessoria, Dilma já conversou com Cabral duas vezes por telefone e disse a ele que, ao assumir a Presidência, manterá o apoio do governo federal ao Estado do Rio de Janeiro no combate contra o crime.

A presidente eleita está nesta manhã na Granja do Torto, em Brasília, e não tem agenda externa prevista para hoje. Ela deve receber em casa o deputado Antônio Palocci (PT-SP); o presidente do PT, José Eduardo Dutra; e o secretário-geral do partido, deputado federal José Eduardo Cardozo (PT-SP) - os três coordenadores da equipe de transição do governo. Palocci e Dutra chegaram ao local por volta das 11 horas.

Amanhã, Dilma deve participar de uma reunião setorial sobre saúde. O encontro é organizado pela equipe de transição e conta com a participação de especialistas do setor. A presidente eleita deve participar apenas da parte final da reunião.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.