Dilma deve ir a NY e Washington em setembro

Depois de passar boa parte do último sábado ao lado de Barack Obama, a presidente brasileira, Dilma Rousseff, deve se encontrar novamente com o presidente dos EUA em setembro. Nesse mês, tradicionalmente, o Brasil faz o discurso de abertura da Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU), em Nova Iorque. O convite para a visita a Obama, depois da reunião, foi reiterado neste fim de semana.

TÂNIA MONTEIRO, Agência Estado

20 de março de 2011 | 19h52

A viagem já começou a ser desenhada. A reunião entre os dois presidentes poderá até mesmo fazer parte de uma viagem oficial, que, neste caso, poderia incluir uma passagem por Washington.

Apesar de alguns setores do governo avaliarem que a visita de Obama, neste fim de semana, foi ofuscada, em parte, pela discussão em torno do ataque à Líbia, o saldo foi considerado positivo. Assessores do governo dizem que, sem o ataque à Líbia, a imprensa norte-americana não teria deixado de lado a visita e passado para concentrar toda a atenção em cima das declarações de Obama sobre o ataque às tropas leais a Kadafi.

Tudo o que sabemos sobre:
DilmaEUAvisita

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.