Dorival Marinho/SCO/STF
Dorival Marinho/SCO/STF

Dilma deve indicar novo ministro do Supremo na próxima semana

Nome que irá ocupar a vaga deixada em aberto com a saída de Joaquim Barbosa no ano passado deve ser anunciado no começo da semana que vem

Andreza Matais e Fábio Fabrini, O Estado de S. Paulo

26 de março de 2015 | 21h39

Brasília - O ministro-chefe da Casa Civil, Aloizio Mercadante, informou a líderes do Senado nesta quinta-feira, 26, que a presidente Dilma Rousseff deve fazer no início da próxima semana as indicações pendentes até o momento, incluindo a 11ª cadeira para o Supremo Tribunal Federal (STF). A vaga permanece vazia desde julho do ano passado, com a aposentadoria do ex-ministro Joaquim Barbosa. 


Também nesta quinta-feira, o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Marcus Vinicius Furtado Coelho - um dos favoritos à vaga - conversou com líderes dos partidos no Senado. O nome de Marcus Vinícius tem apoio do PMDB do presidente da Casa, senador Renan Calheiros. A indicação de Dilma deve passar pelo crivo da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado e por isso Calheiros costuma ser consultado pelo governo sobre a indicação.

O presidente da OAB teria apoio também do ministro Ricardo Lewandowski, presidente do STF. São cotados ainda para a vaga os juristas do Paraná Luiz Fachin e Clèmerson Clève.

Tudo o que sabemos sobre:
Dilma RousseffSTFnovo ministro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.