Dilma deixa velório de Gushiken sem dar declarações

A presidente Dilma Rousseff deixou nesta tarde o velório do ex-ministro e ex-dirigente petista, Luiz Gushiken, que morreu na noite de ontem, após longo tratamento contra um câncer no estômago. Dilma saiu sem dar declarações à imprensa.

ALINE BRONZATI, Agência Estado

14 de setembro de 2013 | 16h29

Na sexta à noite, a presidente Dilma soltou uma nota lamentando a morte de Gushiken e ressaltando a "dor pela ausência que ele fará para todos os que tiveram a felicidade de conhecê-lo, que puderam compartilhar da sua sabedoria e capacidade de pensar como o Brasil poderia ser uma nação mais justa para todos".

O ex-ministro Gushiken morreu na noite desta sexta-feira, 13, em São Paulo, aos 63 anos, em decorrência de um câncer contra o qual lutava há 12 anos. Ele estava internado no Hospital Sírio-Libanês, na região central. O velório está sendo realizado neste sábado, desde às 7h e o sepultamento estava programado para as 16h no mesmo local.

Tudo o que sabemos sobre:
Luiz GushikenmortePTDilma

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.