Dilma deixa evento em Portugal para retorno a Brasília

A presidente Dilma Rousseff deixou hoje a Universidade de Coimbra, em Portugal, com mais de uma hora e meia de atraso em relação ao horário previsto. O governo português colocou à disposição da presidente um avião para que ela pudesse sair de Coimbra direto para Lisboa, economizando tempo no percurso para embarcar de volta a Brasília. Dilma vai acompanhar o velório do ex-vice-presidente José Alencar.

TÂNIA MONTEIRO E MARÍLIA LOPES, Agência Estado

30 de março de 2011 | 10h14

Em Coimbra, Dilma assistiu à premiação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que recebeu o título de doutor honoris causa. Lula também embarcou no avião cedido pelo governo português até Coimbra.

Em Brasília, o avião da Força Aérea Brasileira (FAB) que transportava os familiares de Alencar desde São Paulo, chegou à Base Aérea por volta das 9h20. A aeronave que transporta o corpo de Alencar deve chegar à Base Aérea em instantes.

A mulher e os filhos do ex-vice-presidente foram recebidos pelo presidente em exercício, Michel Temer, e pelos presidentes do Senado, José Sarney, da Câmara, Marco Maia, e do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Cezar Peluso. O traslado do corpo de Alencar até o Palácio do Planalto, onde será velado hoje, será feito em carro do Corpo de Bombeiros. O cortejo será acompanhado por batedores da polícia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.