Dilma defende Thomaz Bastos e evita falar sobre Palocci

A ministra chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, defendeu nesta segunda-feira o ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, que sofre acusação de envolvimento na quebra do sigilo bancário do caseiro Francenildo Santos Costa. "Ele (Bastos) é um dos melhores ministros da Justiça que este País já teve", afirmou.A ministra evitou comentar o envolvimento do ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci no caso da violação do sigilo bancário do caseiro. "É o tipo de discussão em que eu não vou entrar", afirmou. "Sobre essa questão, a única coisa que acho é que o que está feito está feito. Nós já fizemos a cerimônia e foi substituído o ministro."Diante da insistência dos repórteres, ela disse: "Eu acho que, daqui para frente, não é uma questão que deve ser feita no governo." Perguntada se Bastos permanece forte no governo, ela respondeu: "Continuará."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.