Dilma cumprimenta votos recebidos dos delegados do PT

Agora já oficialmente na condição de candidata à reeleição pelo PT, a presidente Dilma Rousseff iniciou há pouco seu discurso na Convenção Nacional do Partido, que está ocorrendo em Brasília. Logo ao iniciar a sua fala, Dilma cumprimentou os correligionários e agradeceu pelos votos recebidos dos delegados do PT, que tornaram oficial a escolha do partido pelo nome dela como candidata ao Planalto nas próximas eleições. "Agradeço do fundo do coração mais essa prova de confiança", disse.

RICARDO BRITO E RICARDO DELLA COLETTA, Agência Estado

21 Junho 2014 | 14h25

Logo em seguida, Dilma avançou rumo a um discurso típico de campanha. "Quero transformar os sentimentos de gratidão e alegria em um compromisso", declarou. Hoje, nessa mesma convenção, o vice-presidente Michel Temer O vice-presidente da República e presidente licenciado do PMDB, Michel Temer garantiu que seu partido "tem a honra de estar" no atual governo e de pertencer à aliança pela reeleição da presidente Dilma Rousseff. "Foi um governo que deu certo". O apoio de Temer foi agradecido logo em seguida pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e, há instantes, também por Dilma.

A presidente, no entanto, afirmou que "é hora de seguir em frente, de fazer mais mudanças". "É hora de ampliar a extraordinária transformação pacífica que fazemos há uma década", desafiou. Ela disse que o povo mudou de patamar e quer "mais e melhor", em referência à ascensão social dos últimos anos. "Nós e o Brasil seguimos mudando".

E, segundo Dilma, o Brasil quer seguir mudando "pelas mãos daqueles que já provaram que têm capacidade", em referência à sua candidatura e em crítica aos adversários. Segundo ela, o governo do PT "colocou o povo como protagonista" e argumentou, sobre a meta de erradicação da miséria, que "isso não pode parar".

Mais conteúdo sobre:
Eleições convenção PT Dilma

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.