Dilma critica Serra durante visita a Cuiabá

A candidata do PT à Presidência da República, Dilma Roussef, voltou a criticar hoje, em Cuiabá (MT), o seu principal adversário, José Serra (PSDB). Segundo ela, o tucano estaria usando estratégias "incorretas" de campanha e retomando métodos adotados na campanha de 2002.

FÁTIMA LESSA, Agência Estado

25 de agosto de 2010 | 20h56

"Ele faz coisa que não é correta, tem realizado um movimento sistemático de criticar e esconder o que está fazendo". "Em 2002, nossa arma era a esperança, agora, além da esperança, temos a confiança do povo", disse a petista.

A ex-ministra preferiu não comentar uma possível vitória no primeiro turno. "No dia 3 de outubro, vamos saber se haverá segundo turno, antes disso não tem como saber". Para jornalistas e no discurso de menos de três minutos, ela elogiou o Mato Grosso. "Mato Grosso é uma reserva estratégica para o País e para o mundo, e não será apenas um produtor de grãos". "Aqui existe uma vocação natural para toda a cadeia de produção", elogiou.

Dilma sugeriu aos Estados do Centro-Oeste a criação de um grupo regional para prevenir queimadas. Além disso, ela voltou a se comprometer com investimentos na infraestrutura rodoviária, ferroviária e de hidrovias para facilitar o escoamento da produção de grãos.

Tudo o que sabemos sobre:
Eleições 2010Dilma Roussefcampanha

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.