Dilma convoca ministros para reunião

Presidente vai pedir empenho para andamento de projetos e melhorias na qualidade do serviço público, uma das principais queixas vindas das ruas

Tânia Monteiro - O Estado de S. Paulo

01 de julho de 2013 | 10h29

A presidente Dilma Rousseff convocou para uma reunião na tarde desta segunda-feira, 1º, seus 39 ministros, na Granja do Torto. Dilma quer pedir empenho a toda a sua equipe para que agilize e melhore a produtividade dos serviços públicos prestados à população.

Uma das principais queixas da população, manifestada nos protestos ocorridos no País refere-se a má qualidade dos serviços públicos em todas as áreas, em especial às relacionadas à saúde, educação e segurança. Embora nesses três setores a prestação dos serviços seja compartilhada com Estados e municípios, a presidente entende que o governo federal pode ajudar a melhorá-los. Mas a cobrança dela não se limitaria a esses setores.

Segundo o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, Dilma quer colocar os ministros a par das resoluções do governo e fazer recomendações. Paulo Bernardo foi um dos convocados para um encontro nesse domingo, 30, no Palácio da Alvorada. No sábado, pesquisa do Datafolha indicou queda de 27 pontos na aprovação do governo federal.

Também para esta segunda há a expectativa de que a presidente receba representantes da oposição para discutir o plebiscito sobre reforma política. Mas não há ainda previsão para esse encontro.

Seleção. A assessoria do Planalto não confirma a chegada do grupo a Brasília nem a visita dos jogadores ao Palácio do Planalto.

Tudo o que sabemos sobre:
protestosDilmareuniãoministros

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.