Andre Dusek/AE
Andre Dusek/AE

Dilma continua internada e sem previsão de alta, diz boletim

Ministra, que faz tratamento para curar um câncer, deu entrada no hospital após sentir dores nas pernas

Central de notícias

19 de maio de 2009 | 12h19

Boletim médico divulgado pelo Hospital Sírio-Libanês às 12 horas desta terça-feira, 19, informa que a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, está com uma inflamação no músculo (miopatia) dos membros inferiores, provocada pelo tratamento de quimioterapia.

 

Veja Também: 

linkCom dores, Dilma Rousseff volta para hospital em São Paulo

linkIdeli diz que Dilma reage bem ao tratamento

 

A ministra, que se trata de um câncer linfático, está tomando analgésicos e seu estado de saúde é estável, porém não há previsão de alta. Dilma deu entrada no hospital nesta madrugada, após sentir fortes dores nas pernas. O boletim foi assinado pelo Doutor Antônio Carlos Onofre de Lira, diretor técnico hospitalar, e pelo Doutor Riad Younes, diretor clínico.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.