Dilma confirma Roberto Gurgel no comando da PGR

Foi confirmado oficialmente, ontem, o nome de Roberto Gurgel para continuar no comando da Procuradoria-Geral da República (PGR). A decisão da presidenta Dilma Rousseff foi divulgada no site da instituição e será publicada hoje, no Diário Oficial da União. Gurgel está no cargo desde julho de 2009, por indicação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e seu mandato acabaria no próximo dia 22.

Agência Estado

07 de julho de 2011 | 04h27

A recondução tem que passar ainda pela aprovação da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania e pelo plenário do Senado. A nomeação é finalizada por meio de decreto presidencial. Também concorriam ao cargo os subprocuradores Rodrigo Janot Monteiro de Barros e Ela Wiecko Volkmer. Os três faziam parte de uma lista tríplice elaborada pela Associação Nacional dos Procuradores da República, na qual Gurgel era o mais votado.

Na semana passada, o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, disse, durante o lançamento do plano de gestão do Ministério Público Federal, que a prioridade do órgão no segundo semestre será a preparação para a etapa final do julgamento dos 38 réus do mensalão no Supremo Tribunal Federal (STF).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.