Dilma comemora 1 milhão de moradias do Minha Casa

A presidente Dilma Rousseff comemorou nesta segunda-feira, em seu programa semanal de rádio "Café com a Presidenta", a marca de um milhão de casas e apartamentos construídos pelo programa Minha Casa, Minha Vida, agora, em agosto. Dilma prometeu chegar em 2014, último ano de seu governo, com mais 2,4 milhões de moradias. Segundo a presidente, o governo vai investir, até 2014, R$ 150 bilhões no programa.

TÂNIA MONTEIRO, Agência Estado

27 de agosto de 2012 | 14h02

A meta de entregar um milhão de casas prontas, no entanto, foi atingida com pelo menos um ano e meio de atraso. Em março de 2009, quando o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva lançou o programa Minha Casa, Minha vida, ele prometeu que um milhão de casas seriam entregues até o final de 2010, quando encerraria o seu mandato. Em março de 2010, prometeu mais um milhão de casas. Agora, a presidente Dilma fala em 3,4 milhões de unidades.

"Nós estamos construindo 3,4 milhões de moradias: 1 milhão foram contratadas no governo do presidente Lula, e 2,4 milhões estão sendo contratadas no meu governo", disse a presidente no programa de rádio. "Do início de 2011 até agosto de 2012, nós contratamos 860 mil novas moradias do Minha Casa, Minha Vida. E por isso (...) nós vamos atingir a meta de contratar 2,4 milhões de moradias até 2014", afirmou a presidente, ressaltando que esse programa "é uma das prioridades" de seu governo, porque "está garantindo moradia digna às famílias brasileiras que nunca tiveram a chance de comprar a casa própria". O programa Minha Casa, Minha Vida oferece unidades a três faixas de renda: até R$ 1,6 mil por mês, até R$ 3,1 mil e até R$ 5 mil.

A presidente fez questão de destacar a importância do programa para manter a economia do País ativa. "Imagine que toda casa, para ser construída, precisa de cimento, de tijolo, areia, fios, torneiras, cerâmica, tinta e outros materiais. Para fornecer esses materiais, as indústrias de todo o País têm de contratar mais trabalhadores e aumentar a produção de suas fábricas. Isso sem contar que na construção e todas essas casas muitos empregos são gerados diretamente", declarou. "O Minha Casa, Minha Vida ajuda toda a população do Brasil, porque faz a roda da economia brasileira girar", finalizou.

Tudo o que sabemos sobre:
DilmaMinha Casa1 milhão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.