Dilma cancela indicação de Biato para a Suécia

O Diário Oficial da União desta quarta-feira, 28, oficializa a decisão da presidente Dilma Rousseff de cancelar a indicação do diplomata Marcel Fortuna Biato como embaixador na Suécia. Em mensagem encaminhada ao Senado Federal, a presidente pede a retirada de tramitação da mensagem enviada ontem que indicava o diplomata para o cargo.

SANDRA MANFRINI, Agência Estado

28 de agosto de 2013 | 08h25

Biato havia sido indicado para a embaixada da Suécia em junho e a mensagem de encaminhamento do seu nome ao Senado foi publicada no Diário Oficial da União de ontem. No entanto, hoje, uma nova mensagem cancela a indicação.

Marcel Biato era o embaixador do Brasil na Bolívia e estava de férias desde 17 de agosto. O Palácio do Planalto acredita que Biato, apesar de não estar na embaixada brasileira em La Paz quando o senador Roger Pinto Molina foi retirado pelo encarregado de negócios, Eduardo Saboia, tem envolvimento no caso. Mas, mesmo se não tiver relação direta com a fuga do senador boliviano, a presidente o culpa por ter autorizado a entrada de Pinto Molina sem ter consultado do Itamaraty.

Tudo o que sabemos sobre:
BiatoSuéciarevogação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.