Dilma aproveita evento com Lula para gravar imagens

Para presidente, Lula deve ser complemento, mas não protagonista de corrida pelo segundo mandato

RICARDO BRITO, Estadão Conteúdo

12 de agosto de 2014 | 15h21

A equipe de campanha da presidente Dilma Rousseff (PT) vai aproveitar o lançamento do site "O Brasil da Mudança", na tarde desta terça-feira, 12, para gravar imagens da candidata à reeleição com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, seu mentor político.

O evento, que será realizado no Centro Internacional de Convenções do Brasil às 17 horas em Brasília, marcará o lançamento de uma página eletrônica do Instituto Lula que divulgará as realizações dos 12 anos de administração petista no governo federal.

A propaganda eleitoral no rádio e na televisão começa na próxima terça-feira, dia 19, e as imagens da solenidade desta tarde devem ser usadas durante a chamada "campanha eletrônica", principal aposta de Dilma para ser reeleita.

Na semana passada, reportagem do jornal O Estado de S. Paulo mostrou que o tamanho da participação do ex-presidente na campanha de Dilma é motivo de divergências entre o PT e o Palácio do Planalto. Disposta a construir sua própria imagem sem a alcunha de "criatura", Dilma resiste a ter Lula como âncora da campanha. Para a presidente, o padrinho político deve ser o complemento, mas não o protagonista de sua corrida rumo ao segundo mandato.

Contudo, pesquisas internas do PT contam a favor da presença de Lula. De todos os cabos eleitorais analisados, o ex-presidente tem o maior poder de transferência de votos, de acordo com os levantamentos que chegaram ao comitê da reeleição.

Tudo o que sabemos sobre:
eleiçõesDilma RousseffLulacampanha

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.