Dilma aponta BR-448 como 'modelo de obra pública'

A presidente Dilma Rousseff destacou nesta sexta-feira, 20, o papel do governo federal para conseguir construir da BR-448, em Canoas, no Rio Grande do Sul. "O governo assumiu obra da BR-448 como sendo federal e construímos modelo de obra pública, porque o governo federal considera que não é correto pedagiar estradas em zona urbana ou zona metropolitana", afirmou durante a cerimônia de inauguração da estrada, conhecida como "Rodovia do Parque" e que passa por quatro municípios do Estado. Segundo a presidente, a obra é estratégica.

BEATRIZ BULLA E CARLA ARAÚJO, Agência Estado

20 Dezembro 2013 | 11h57

Dilma afirmou que aqueles que não conhecem a região "podem estranhar o fato de ter levado 4 anos para concluir a BR-448, com apenas 22 quilômetros". "Mas nós que estamos e somos daqui conhecemos a realidade. Sabemos e sempre soubemos que a Rodovia do Parque não seria simples", afirmou, destacando a BR é uma estrada paralela ao rio e possui uma área ambiental importante.

"Foram executados aqui 22 programas ambientais além do reassentamento das 600 famílias no programa Minha Casa, Minha Vida. Dilma destacou que o governo investiu R$ 1,3 bilhão na obra. "Todo o esforço e cada centavo que gastamos valeram a pena", afirmou.

Crescimento

A presidente Dilma afirmou que o governo federal tem o compromisso com o "crescimento do País e também com a melhoria de vida da população". Ela aproveitou para anunciar que o estudo técnico e ambiental para dar continuidade à BR-448 com a construção de mais 32 quilômetros está em andamento e o lançamento do edital deve acontecer na metade de 2014.

Ela anunciou que serão feitas melhorias também na BR-116, entre Porto Alegre e Novo Hamburgo, e o edital deverá ser lançado no início de 2014. A segunda ponte sobre o Rio Guaíba também "vai sair do papel" e as propostas serão abertas em fevereiro. "Nós também assinamos a ordem de serviço da BR-290, de dois trechos", anunciou Dilma. A rodovia, segundo a presidente, é a principal transversal do Rio Grande do Sul, que tem 720 quilômetros de extensão total.

Sobre a BR-448, Dilma ressaltou que a entrega da obra, conhecida como "Rodovia do Parque" e que passa por quatro municípios do Estado, "é um presente para vocês, mas é também um presente para mim". "Um presente como presidenta, mas também como moradora do Rio Grande do Sul. Eu sou parte interessada. Daí porque também me considero presenteada", disse Dilma. Segundo a presidente, a BR-448 tem dez viadutos e três pontes, sendo uma delas estaiada.

Dilma afirmou que a rodovia "sem dúvida é um dos empreendimentos mais importantes do meu governo, porque melhora as condições de mobilidade de um lugar essencial para os brasileiros, que é esse polo, um dos principais centros econômicos e sociais do Brasil", citando a região metropolitana de Porto Alegre. Dilma ressaltou que a BR-448 é uma obra construída com recursos inteiramente do PAC.

A presidente disse ainda que o governo federal está fazendo "volumosos investimentos nas rodovias do Rio Grande do Sul". Só na BR-488 foram investidos R$ 1,3 bilhão. "Sabemos da importância do Rio Grande do Sul para o País", afirmou. Dilma aproveitou a ocasião ainda para informar que começa hoje e vai até o Carnaval a "Operação Rodovida", com intensificação da fiscalização nas rodovias federais para tentar reduzir o número de acidentes e mortes no trânsito.

Mais conteúdo sobre:
DilmaRS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.