Dilma anuncia investimento em Mobilidade Urbana no RS

A presidente Dilma Rousseff anuncia neste sábado novos investimentos do PAC Mobilidade Urbana para Porto Alegre e região metropolitana, que totalizam R$ 5,043 bilhões. A cerimônia ocorre neste momento na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, em Porto Alegre.

RAFAEL MORAES MOURA, ENVIADO ESPECIAL, Agência Estado

12 de outubro de 2013 | 12h17

Dilma cumpre uma agenda intensa de eventos no Rio Grande do Sul neste final de semana: nesta sexta-feira, participou da cerimônia de entrega de creches e de certificados de formação para alunos do Pronatec em Novo Hamburgo. Neste sábado, após solenidade na assembleia, deverá passar o dia com a família, aproveitando o Dia das Crianças.

Os investimentos no metrô de Porto Alegre envolveram uma difícil negociação nos bastidores entre o governo federal, estadual e municipal que quase levaram à não realização do evento deste sábado. O governo do Estado do Rio Grande do Sul decidiu aumentar sua participação no metrô para compensar as limitações orçamentárias da Prefeitura de Porto Alegre, que já está muito endividada.

Segundo o Ministério das Cidades, a obra do metrô vai custar R$ 4,843 bilhões, dos quais R$ 3,540 bilhões serão investimentos públicos e o restante, do setor privado. O governo federal vai financiar R$ 1,77 bilhão, o estadual R$ 1,08 bilhão e o município, R$ 690 milhões.

Dilma também vai anunciar R$ 200 milhões para obras de construção de faixas exclusivas para transporte coletivo na região metropolitana de Porto Alegre.

Ao discursar, o prefeito de Porto Alegre, José Fortunati (PDT), elogiou a parceria com o governo federal e prometeu que as obras serão realizadas com transparência. "A marca da transparência, como sempre foi, continuará sendo marca forte", disse o prefeito.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.