Dilma afirma que não quer ''espetáculo''

Com ar sereno e confiante, a ministra-chefe da casa Civil, Dilma Rousseff, pré-candidata do PT à Presidência em 2010, disse ontem que não vai transformar seu tratamento contra um câncer linfático em um "espetáculo midiático". "Não pretendo discutir e nem polemizar meu tratamento. Sempre que for necessário vou mostrar a importância da prevenção, mas não pretendo ficar falando disso", disse a ministra, em entrevista coletiva, na sede da Petrobrás.Indagada sobre como pretende seguir com a agenda lotada, Dilma disse que haverá momentos em que vai ter mais disposição e, em outros, menos. Ela comentou que suspendeu a participação na conferência mundial de petróleo em Houston (EUA), na próxima semana, por causa de uma consulta médica para exames complementares.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.