Omar Torres/AFP
Omar Torres/AFP

Dilma afirma que não há divergências entre Levy e Barbosa

Rumores surgiram após desencontros entre os ministros no anúncio do contingenciamento do Orçamento

Cláudia Trevisan, correspondente de O Estado de S.Paulo

27 de maio de 2015 | 14h03

CIDADE DO MÉXICO - A presidente Dilma Rousseff disse nesta quarta-feira, 27, no México, que não há divergências entre os ministros da Fazenda, Joaquim Levy, e do Planejamento, Nelson Barbosa. Segundo ela, a posição de ambos no governo é "extremamente estável".

"Nunca houve, desde o momento em que eles assumiram as suas funções, nenhum problema com eles", afirmou. "Agora eu queria dizer que o ministro Levy é um ministro dedicado, batalhador e trabalhador. Ninguém pode tirar isso do ministro Levy e também não pode tirar isso do ministro Nelson Barbosa." 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.