Dias: 'PT cometeu uma violência' contra lei eleitoral

O futuro líder do PSDB no Senado - ele assumirá o posto este mês -, o senador Alvaro Dias (PR) foi à tribuna da Casa hoje para criticar o programa eleitoral gratuito de rádio e TV do PT, exibido ontem. "O PT cometeu uma violência contra a legislação eleitoral do País, desdenhou da Justiça Eleitoral", disse. Para ele, a exibição do programa petista foi uma demonstração clara de "antecipação da campanha eleitoral do partido, que impôs a candidatura de Dilma Rousseff à Presidência da República com muita antecedência".

ANA PAULA SCINOCCA, Agência Estado

14 Maio 2010 | 13h15

Dias afirmou esperar "reação dura" do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). "Se a autoridade maior desse País não respeita a lei, como se exigir que o cidadão comum venha respeitá-la nesse momento crucial de definição do futuro do País?"

Ele também comentou o comparativo feito ontem pelo programa petista entre o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e do tucano Fernando Henrique Cardoso. O senador classificou de "mentirosas" as afirmações feitas pelo PT, como a de que o Programa Luz Para Todos é uma novidade do atual governo. "Na verdade isso já existe há décadas."

Mais conteúdo sobre:
eleição PT programa PSDB Alvaro Dias

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.