Diário Oficial traz nomeação de novos ministros de Dilma

Documento registra nomeação de novos ministros, remanejamento para outras pastas e exoneração de antigos titulares

LUCI RIBEIRO, O Estado de S.Paulo

01 de janeiro de 2015 | 11h05

No dia em que toma posse de seu segundo mandato, a presidente Dilma Rousseff formaliza no Diário Oficial da União (DOU) as mudanças já anunciadas no seu ministério. O documento, disponível na internet, traz a nomeação de novos ministros, o remanejamento de alguns para outras pastas e a exoneração de titulares anteriores.

Para comandar o Ministério da Fazenda neste segundo mandato de Dilma foi nomeado Joaquim Levy, no lugar de Guido Mantega. Para o Ministério do Planejamento entra Nelson Barbosa e sai Miriam Belchior. À frente do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) fica Armando Monteiro Neto, em substituição a Mauro Borges, que, conforme decreto publicado no DOU, também foi exonerado da presidência da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), ligada ao (MDIC).

No Ministério de Minas e Energia, Edison Lobão foi exonerado do cargo de ministro para dar lugar a Eduardo Braga. Nos Transportes entra Antônio Carlos Rodrigues; nos Portos, Edinho Araújo, no lugar de César Borges; e nas Cidades, Gilberto Kassab, que substitui Gilberto Occhi, agora nomeado ministro da Integração Nacional.

O Ministério da Agricultura passa a ser chefiado por Kátia Abreu, no lugar de Neri Geller, exonerado do cargo. Para a Pesca e Aquicultura, foi nomeado Helder Barbalho, no lugar de Eduardo Benedito Lopes.

O Ministério da Educação agora terá como ministro o ex-governador do Ceará Cid Gomes, substituindo Henrique Paim. Na Previdência Social, sai Garibaldi Alves e entra Carlos Eduardo Gabas. Para a Cultura, foi nomeado João Luiz Silva Ferreira, o Juca Ferreira.

A Controladoria-Geral da União (CGU) passa a ser comandada por Valdir Simão, no lugar de Jorge Hage. A Secretaria de Aviação Civil, antes chefiada por Moreira Franco, fica com Eliseu Padilha. A Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial agora terá Nilma Lino Gomes como titular, no lugar de Luiza de Bairros.

A Secretaria de Relações Institucionais, responsável por fazer o meio de campo do Palácio do Planalto com o Congresso Nacional, será comandada por Gilberto Vargas, o Pepe Vargas. O titular anterior da pasta, Ricardo Berzoini, agora será o novo ministro da Comunicações, em substituição a Paulo Bernardo, exonerado do cargo.

Para a Secretaria-Geral da Presidência da República, foi nomeado Miguel Rossetto, que deixa o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e assume a nova pasta no lugar de Gilberto Carvalho. Para o MDA, entra Patrus Ananias.

No comando do Itamaraty fica Mauro Luiz Iecker Vieira, que atuava como embaixador do Brasil nos Estados Unidos, e sai Luiz Alberto Figueiredo Machado, a ser deslocado para a representação brasileira em Washington. Na Defesa, o novo titular será Jaques Wagner, em substituição a Celso Amorim.

Para o Ministério do Esporte foi nomeado George Hilton, no lugar de Aldo Rebelo, que passará a comandar a Ciência, Tecnologia e Inovação. Clélio Campolina foi exonerado do cargo de ministro da pasta.

Tudo o que sabemos sobre:
Posse 2015ministrosDilma RousseffDOU

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.