Diário Oficial publica lista de anistiados a serem indenizados

O governo publicou no Diário Oficial da União desta quinta-feira maisum lote de indenizações, deferindo 105 pedidos de anistiados políticos,pessoas que foram perseguidas ou sofreram outros prejuízos no períododa ditadura militar. A assessoria do Ministério da Justiça informou queforam disponibilizados no Orçamento deste ano R$ 200 milhões destinadosao pagamento mensal dos anistiados. Já com relação ao valor retroativo devido a cerca de 3 mil pessoas que estão nesta condição, avaliado em R$ 4 bilhões, não há previsão de pagamento.A publicação das 105 portarias no Diário Oficial daUnião não significa que o pagamento aos indenizados será imediato. Adata e a forma destes pagamentos ainda serão propostos pela comissãocriada especificamente para analisar o caso.Entre os favorecidos no lote está o ex-guerrilheiro Apolônio Pinto deCarvalho, promovido ao posto de coronel, com direito a proventosmensais de general de brigada, no valor de R$ 8,3 mil mensais. Seu nomefoi incluído na relação de anistiado, promovido a general-de-brigada,no lote divulgado em dezembro do ano passado. Mas a concessãodesagradou a área militar, que provocou uma polêmica e obrigou ogoverno a rever a decisão e baixar sua patente para a de coronel. Na ocasião, a comunicação do Exército divulgou uma nota argumentandoque a promoção a oficial-general obedece a uma sistemáticaperfeitamente definida e que Apolônio não se enquadra nas exigênciaspara o cargo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.