Diário Oficial confirma demissão do 14º nos Transportes

O Diário Oficial da União trouxe hoje a demissão de mais um assessor do Ministério dos Transportes, Eduardo Lopes. Oficialmente, já foram afastadas 14 pessoas por conta das denúncias de corrupção na pasta. As demissões foram definidas na última segunda-feira entre o ministro Paulo Sérgio Passos e a presidente Dilma Rousseff.

ROSANA DE CASSIA, Agência Estado

20 de julho de 2011 | 09h18

Ontem foram demitidos quatro funcionários do ministério e dois do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit). Do ministério foram exonerados José Osmar Monte Rocha, Estevam Pedrosa, Darcy Michiles e Maria das Graças de Almeida. Caíram no Dnit Luiz Cláudio dos Santos Varejão, coordenador-geral de Operações Rodoviárias, e Mauro Sérgio Fatureto, coordenador de Administração-Geral.

O objetivo imediato do Palácio do Planalto com as demissões é minar um suposto esquema de desvios, montado ao longo de anos, que teria ligações próximas a dirigentes do PR. Também são esperadas as demissões do diretor de Infraestrutura Rodoviária do Dnit, o petista Hideraldo Luiz Caron, e de mais assessores ligados ao PR no ministério, incluindo apadrinhados do deputado Valdemar Costa Neto e do ex-ministro Alfredo Nascimento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.