Nilton Fukuda/Estadão
Nilton Fukuda/Estadão

Dez comissões permanentes da Câmara definem presidentes

Entre comissões que tinham definição prevista para esta quinta (14), apenas a de Legislação Participativa adiou escolha

Camila Turtelli e Mariana Haubert, O Estado de S.Paulo

14 de março de 2019 | 13h35

BRASÍLIA - A Câmara dos Deputados escolheu nesta quinta-feira (14) presidentes de dez comissões permanentes. Das que estava previstas para serem definidas, apenas a de Legislação Participativa não o fez e adiou para a próxima semana a escolha de seu presidente. A reunião foi encerrada por falta de quórum e reagendada para a próxima quarta-feira (20), às 14h.

Com 22 anos, a deputada mais jovem da Casa, Luisa Canziani (PTB-PR), foi escolhida por unanimidade para presidir Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher. A de Turismo elegeu o deputado Newton Cardoso Jr (MDB-MG). A de Esporte ficou com o deputado Fábio Mitidieri (PSD-SE). O colegiado de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência foi para Gilberto Nascimento (PSC-SP).

O deputado João Maia (PR-RN) foi eleito para a de Defesa do Consumidor e destacou que quer aperfeiçoar o Código de Defesa do Consumidor que é de 1990, quando não existia e-commerce. O PT elegeu a deputada Benedita da Silva (RJ) para a comissão de Cultura e Helder Salomão (ES) para a de Direitos Humanos.

Já o PSB elegeu o deputado de primeiro mandato Rodrigo Agostinho (SP) para a Comissão de Meio Ambiente e a deputada Lídice da Mata (BA) para a de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa.

Mais cedo, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente da República, foi eleito para a Comissão de Relações Exteriores

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.