Desistência de Tasso unifica o partido, diz Melo

O líder do PSDB no Senado, Geraldo Melo (RN), disse hoje que a decisão do governador Tasso Jereissati, do Ceará, de se afastar temporariamente da disputa à sucessão presidencial pelo PSDB para permitir que o ministro José Serra, da Saúde, possa consolidar sua candidatura, foi uma "atitude de desprendimento" e que contribuirá para "construir a unidade partidária" à corrida presidencial. " O efeito prático dessa atitude será o de antecipar os prazos e criar um ambiente que forçará a definição do quadro pelo PSDB", afirmou o líder tucano. Na avaliação do senador, a partir de agora, o ministro Serra terá melhores condições para viabilizar a sua candidatura. "Alguém tem que se firmar como candidato", concluiu o senador.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.