Desfile da Independência reúne 30 mil no DF

Com gastos maiores e diante de um público menor e mantido à distância, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva acompanhou hoje o desfile de Sete de Setembro, em Brasília. A cerimônia custou aos cofres públicos R$ 2,5 milhões, um milhão a mais do que o valor gasto no ano passado. Apartadas dos palanques de autoridades, tendo que se acomodar na metade final da Esplanada dos Ministérios, cerca de 30 mil pessoas assistiram ao desfile com pouca animação. Não trouxeram bandeiras, não exibiam cartazes ou faziam manifestações, seja de críticas ou apoio. A exceção ficou por conta da arquibancada reservada para familiares e convidados de militares.As vaias não chegaram a ser ouvidas na parte final da Esplanada, onde se ajeitava como podia a maior parte do público. No centro do gramado, o Sindicato dos Servidores Públicos Federais, ligado ao PT, arrebanhava assinaturas a favor da reestatização da Companhia Vale do Rio Doce, privatizada em 1997. O público ficou aquém do esperado pelo governo. De acordo com a Polícia Militar do Distrito Federal, 30 mil pessoas foram à Esplanada dos Ministérios acompanhar o desfile, cinco mil a menos do que no ano passado e 15 mil a menos do previsto pelo Ministério da Defesa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.