Desentendimentos com PFL têm prazo para acabar, diz Alckmin

O candidato do PSDB, Geraldo Alckmin, disse nesta sexta-feira que os desentendimentos entre pefelistas e tucanos "têm prazo para acabar", referindo-se ao início oficial da campanha presidencial. "Quando começar a campanha, toda energia se dirige ao adversário", afirmou.Em visita ao município de Governador Valadares, na região oeste de Minas Gerais, ao ser perguntado sobre as reiteradas críticas do prefeito do Rio, Cesar Maia (PFL), à estratégia adotada em sua campanha, ele disse que prefere não maximizar os episódios.O candidato tucano reafirmou que é favorável a ampliação da aliança e que vai trabalhar para atrair o PMDB, caso o partido decida mesmo não ter candidato próprio. Alckmin comentou o encontro que teve pela manhã em Brasília com o presidente francês Jacques Chirac, que segundo ele lhe aconselhou a não dar "muita bola" para as pesquisas eleitorais. "Se dependesse de pesquisas eu não tinha ganho uma eleição", disse Chirac, conforme o candidato do PSDB.Sem AécioGeraldo Alckmin, prometeu, se eleito, empreender "um esforço diplomático" pela regularização do "máximo possível" de brasileiros que vivem ilegalmente nos Estados Unidos. Alckmin disse que os imigrantes brasileiros estão "sozinhos, abandonados". O candidato tucano aproveitou o tema para cobrar que o Brasil volte a ser "um Pais de oportunidades". "As pessoas não saem porque querem, saem pela dificuldade. Não têm emprego aqui." Alckmin voltou ao assunto durante palestra em uma faculdade de Direito da cidade e foi bastante aplaudido. "Vamos jogar o peso do Brasil, o peso da nossa diplomacia para ajudar a resolver os problemas dos nossos irmãos de Governador Valadares e região."De acordo com o prefeito José Bonifácio Mourão (PSDB), cerca de 40 mil valadarenses vivem hoje nos Estados Unidos. A economia da cidade, que tem aproximadamente 270 mil habitantes, em grande parte, é movimentada pelas remessas de dólares. A prefeitura estima que o envio mensal dos imigrantes chegue a US$ 8 milhões.Em ritmo de campanha, Alckmin desembarcou em Governador Valadares no início da tarde. No aeroporto ele foi recebido por lideranças políticas, entre elas o deputado federal Nácio Rodrigues, presidente do PSDB mineiro e o secretário de Governo, Danilo de Castro, que representou o governador Aécio Neves.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.