Desempenho de Serra em pesquisa foi "belíssimo", diz Alckmin

O governador de São Paulo e candidato do PSDB à Presidência da República, Geraldo Alckmin, classificou, nesta segunda-feira, de "belíssimo" o desempenho do prefeito da capital, José Serra, na pesquisa para a sucessão ao governo de São Paulo, divulgada pelo Datafolha. De acordo com a avaliação dos eleitores de São Paulo, caso Serra decida disputar esta eleição, ele venceria já no primeiro turno. "Esta é uma decisão (de Serra disputar a eleição estadual) coletiva, que começa agora a ser amadurecida", afirmou Alckmin.O governador esteve reunido na manhã desta segunda-feira com alguns dirigentes pefelistas em um evento sobre educação. A respeito da aliança das duas legendas, ele disse que os entendimentos estão caminhando e destacou: "se pudermos estar juntos com o PFL para um grande projeto e programa de desenvolvimento nacional, será ótimo. É tudo que nós queremos e vamos nos esforçar para isso".Sigilo do caseiroO governador de São Paulo voltou a falar sobre a quebra do sigilo bancário do caseiro Francenildo Santos Costa, responsável pelas mais recentes acusações contra o ministro da Fazenda, Antonio Palocci. Alckmin considerou-a "extremamente grave".Depois de participar da inauguração do Museu da Língua Portuguesa, Alckmin declarou: "não acredito que após o período da ditadura militar nós tenhamos tido algo tão grave. É um risco para a nossa democracia, coisa de autoritarismo e de violência".Na avaliação de Alckmin, o episódio que acabou expondo a movimentação financeira de Francenildo Costa precisa ser apurado "com absoluto rigor". Além disso, o pré-candidato tucano acredita que é fundamental haver "punição exemplar", para que fatos como este não voltem a se repetir.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.