Desembargadores de São Paulo contestam CNJ

Desembargadores paulistas criticaram o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que abriu reclamação disciplinar contra o presidente do TJ, Roberto Vallim Bellocchi. E manifestaram solidariedade ao colega."Não somos de brincadeira", reagiu Antonio Luiz Reis Kunts. "Não podemos deixar passar esse momento, que é extremamente grave, sem nos manifestar", anotou o desembargador Antonio Carlos Malheiros. "Se o fato lamentável tivesse ocorrido nos idos dos anos 80, diríamos que é manifestação dos anos de chumbo, da ditadura", acrescentou Laerte Sampaio. O CNJ abriu a reclamação porque o TJ não teria fornecido dados sobre um benefício concedido a juízes da primeira instância conhecido como auxílio-voto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.