Desembargador Peluso é aprovado para o Supremo

A Comissão de Constituição e Justiça do Senado (CCJ) aprovou, por 19 votos a favor e dois em branco, a indicação do desembargador paulista Cezar Peluso para o Supremo Tribunal Federal. Antes da posse, o plenário terá que ratificar a decisão e em seguida o presidente Luiz Inácio Lula da Silva terá que nomeá-lo. Durante a sabatina na CCJ, que durou quase quatro horas, Peluso foi questionado sobre pontos polêmicos da reforma da Previdência e da reforma do Judiciário. Às 16h30 a CCJ deverá sabatinar o segundo indicado para o Supremo, o advogado sergipano, Carlos Ayres Britto. Para a próxima quarta-feira está prevista a sabatina do terceiro indicado, o procurador da República, Joaquim Barbosa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.