Desembargador é alvo de inquérito

O Conselho Nacional de Justiça decidiu abrir inquérito administrativo disciplinar contra o desembargador do Tribunal de Justiça José Jurandir de Lima. Lima teve 2 filhos contratados pelo TJ, lotados em seu gabinete, sem que comparecessem ao trabalho. Para o relator, ministro Gilson Dipp, o caso indica "violação aos deveres funcionais do magistrado". Lima alega que a nomeação foi feita para o TJ, e não para seu gabinete, bem como por outros desembargadores e não por ele.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.