Desembargador dá 15 dias para defesa de ex-procurador

O desembargador Domingos Chalub encaminhou nesta segunda-feira ao ex-procurador geral Vicente Cruz uma notificação com um prazo de até 15 dias para sua defesa. Chalub, relator do caso de Cruz, acusado de tramar a morte do colega procurador Mauro Campbell, na semana passada revogou mandado de prisão preventiva. Cruz ficou detido na sede do Ministério Público Estadual por três dias, depois de divulgadas gravações onde ele supostamente contrata pistoleiros para matar Campbell. "A defesa dele (de Cruz) poderá dar novo rumo ao caso, se houver novas provas que justifiquem sua prisão", disse o desembargador.Campbell seria adversário de Cruz na eleição do novo procurador-geral do Estado. Cruz nega ter tramado a morte do colega.Estão presos pela Polícia Civil os dois supostos pistoleiros contratados para matar Campbell, Franklin Martins, o Frank, a principal testemunha de acusação de Cruz, e o ex-policial militar Lenílson Braga da Silveira, o Carioca. Em depoimento, Carioca acusou Cruz de tê-lo contratado como parte de trama para matar Campbell.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.