Deputados recorrem ao STF

Um grupo de 13 deputados de PSOL, PPS, PV, PMDB e PSB entrou ontem no Supremo Tribunal Federal (STF) com um mandado de segurança para que seja aberta a sessão do Senado em que será votada a cassação do presidente da Casa, Renan Calheiros. Caso o STF não concorde em transformar a sessão secreta em pública, eles querem que o tribunal obrigue o Senado a permitir que eles possam acompanhar a votação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.