Deputados querem construir shopping ao lado da Câmara

Objetivo da construção é atrair a participação da iniciativa privada para financiar a obra do anexo cinco da Casa, uma promessa de campanha de Eduardo Cunha (PMDB-RJ)

Daiene Cardoso, O Estado de S. Paulo

02 de março de 2015 | 18h20

Brasília - O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), admitiu que está em estudo a construção de um shopping center próximo do prédio do anexo quatro da Casa. O objetivo da construção é atrair a participação da iniciativa privada para financiar a obra do anexo cinco, promessa de campanha do peemedebista quando disputou o comando da Câmara.

Segundo o deputado, o assunto ainda será debatido em reunião com a Mesa Diretora. Ele afirmou que é preciso esperar a publicação de uma proposta de manifestação de interesse - uma espécie de prévia do processo de participação da iniciativa privada - para avaliar a viabilidade do projeto. 

O complexo do anexo cinco teria três prédios, um plenário novo e um shopping a serem construídos por meio de parceria público-privada. Segundo o jornal Correio Braziliense, estima-se que a obra custe R$ 1 bilhão. 

Cunha afirmou que sua intenção é não trazer mais despesas para a Câmara. "Ninguém vai fazer shopping com dinheiro público", rebateu. 

Ele destacou que já existe recurso para a construção do anexo cinco graças à venda da folha de pagamento dos funcionários, há cinco anos, período em que o presidente da Casa era o petista Arlindo Chinaglia (SP). "O dinheiro está parado e estamos no momento de vender a folha de novo para mais cinco anos", disse. 

Tudo o que sabemos sobre:
Câmara dos Deputadosshopping

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.