Deputados organizam movimento pró-reeleição de Aldo

O deputado Renato Casagrande (PSB-ES), recém-eleito senador, informou nesta segunda-feira que um grupo suprapartidário está organizando um movimento para lançar oficialmente, nesta semana, a candidatura à reeleição do presidente da Câmara, deputado Aldo Rebelo (PC do B-SP). "A idéia é fazer um movimento antes de os deputados saírem para as festas de Natal, para consolidar e reforçar a candidatura de Aldo", disse Casagrande. Ao menos por enquanto, porém, Aldo Rebelo nega que tenha qualquer pretensão pessoal de se reeleger. "A presidência da Câmara, ou é um projeto, se possível, de toda a instituição, ou, pelo menos, um projeto que seja amplamente majoritário. Portanto, não tem sentido o lançamento de minha candidatura individualmente", afirmou Aldo, sem mencionar a articulação em torno do seu nome. O presidente da Câmara evitou comentar a candidatura, já lançada pelo PT, do líder do governo na Câmara, deputado Arlindo Chinaglia (SP). Disse apenas que considera qualquer candidatura "legítima", porque o processo democrático dá a qualquer parlamentar, mesmo àquele que não tenha representação partidária, o direito de disputar a presidência. "Não posso deixar de reconhecer esse princípio", disse, destacando que cabe a cada partido discutir a conveniência política, ou não, do lançamento de um nome no processo sucessório da Câmara. Segundo Aldo, seu partido, o PC do B, não tem projeto partidário, nem ele tem projeto pessoal de candidatura.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.