Deputados negociam educação para brasileiros no Japão

O presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia (PT-SP), e outros deputados que fazem parte da missão oficial em visita ao Japão, debatem com autoridades locais soluções para problemas dos brasileiros residentes naquele país, entre eles a educação. Os chamados dekasseguis encontram dificuldades com seus filhos em idade escolar, já que em muitos casos eles não conseguem se adaptar às instituições de ensino japonesas.O deputado Vital do Rego Filho (PMDB-PB), que participa da comitiva da Câmara, disse que a língua é a principal barreira para o acesso de imigrantes brasileiros a escolas públicas japonesas. "Os dekasseguis também não conseguem pagar escolas particulares que ofereçam aulas em português, por causa do alto custo da mensalidade", explicou Rego Filho.De acordo com a Agência Câmara, os deputados desejam discutir a situação com diretores de grandes empresas, como Honda, Nissan e Toyota. "São os filhos dos funcionários dessas montadoras que passam por estes problemas. Vamos tentar um acordo bilateral, envolvendo as montadoras, para apontar as soluções", disse o deputado Vital Rego Filho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.