Deputados mantêm trabalhos apesar de protestos

A assessoria de imprensa da Câmara dos Deputados informou que os trabalhos do Plenário e das comissões técnicas da Casa serão mantidos durante toda esta quarta-feira, 26, mesmo com a confirmação para hoje de manifestações na Esplanada dos Ministérios. Segundo nota distribuída pelo órgão, no Plenário, está marcada sessão de debates e não haverá votação de proposições. Nas comissões, as audiências estão confirmadas.

Agência Estado

26 Junho 2013 | 12h24

O texto avisa que o acesso dos cidadãos à Casa está permitido e que eles serão acompanhados pelo Departamento de Polícia a audiência pública de comissões ou gabinete de parlamentar que pretendem ir. As visitas turísticas guiadas, no entanto, estão suspensas.

"Por questões de segurança, a partir das 14 horas, o acesso ao Salão Negro e à Chapelaria da Câmara ficará restrito. Os veículos de imprensa poderão fazer a cobertura da Casa, e inclusive montar links para as televisões, a partir do Salão Verde ou do Comitê de Imprensa", diz a nota. "A segurança nos prédios da Câmara dos Deputados será realizada de forma conjunta pelas polícias legislativas da Câmara e do Senado e pela Polícia Militar do Distrito Federal. O objetivo é proteger a integridade física dos manifestantes, dos servidores e dos parlamentares e também preservar o patrimônio público. A Polícia Legislativa da Câmara vai trabalhar com o efetivo total", complementa.

A Câmara ainda informa que seu Departamento Médico permanecerá de plantão durante a manifestação e que os médicos da Casa trabalharão em parceria com os bombeiros e o Samu. Haverá também um posto de atendimento médico na Chapelaria.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.