Deputados faltam e Câmara não faz sessão

Não houve quórum para realização de sessão da Câmara dos Deputados, hoje. Às 14h30, último horário para início da sessão, havia apenas 38 deputados na Casa. A disposição manifestada pela deputada Zelinda Novaes (PFL-BA) de exigir o cumprimento do Regimento Interno da Câmara, que prevê a necessidade de 52 deputados presentes, acabou inviabilizando a sessão. Caso não houvesse esta ameaça ou um posterior pedido de verificação de quórum, a sessão poderia ter-se realizado, a exemplo do que ocorreu na sexta-feira, quando havia apenas 8 deputados presentes na Câmara. A realização da sessão é importante para contagem de prazo para oferecimento de emendas para a proposta de emenda constitucional de reforma da Previdência. A não-realização da sessão de hoje ainda não chegou a afetar a contagem de prazo, porque, na semana passsada, o presidente da Câmara, João Paulo Cunha (PT-SP), prorrogou o período de apresentação de emendas até 3 de julho. Entretanto, se a falta de quórum para realização de novas sessões continuar se repedindo acabará por atrasar a tramitação da reforma previdenciária.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.