Deputados do DF vão ao STJ para pedir cópia do inquérito

Membros da CPI da Corrupção devem se encontrar com o presidente do STJ do Distrito Federal às 17h

estadao.com.br,

10 de fevereiro de 2010 | 11h00

Os integrantes da CPI da Corrupção da Câmara Legislativa do Distrito Federal, que investiga denúncias de corrupção no governo de José Roberto Arruda, se reúnem nesta quarta-feira, 10, às 17h, com o presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ-DF), Francisco César Asfor Rocha. Os parlamentares vão pedir, através de um requerimento aprovado por todos os membros da CPI, que seja apresentada uma cópia do Inquérito 650-DF/2009-STJ, inclusive do trecho que é mantido sob segredo de Justiça.

 

Veja também:

link OAB nacional pede saída ou prisão de Arruda

link Eleição do presidente da CPI da Corrupção é adiada de novo

 

O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, pode se manifestar nesta quarta-feira sobre o expediente encaminhado na terça-feira, 9, pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Nacional, que entrou com representação no Ministério Público requerendo medidas judiciais para o imediato afastamento, ou a prisão, do governador, acusado de comandar o esquema de corrupção batizado de "mensalão do DEM", revelado pela Operação Caixa de Pandora.

 

Nesta terça-feira, pela quarta vez consecutiva, foi adiada a eleição do novo presidente da CPI. A comissão que deve ser formada por cinco membros está desfalcada, com apenas três deputados. O vice-presidente da CPI, Batista das Cooperativas (PRP), informou ontem que uma das vagas deve ser preenchida pelo ex-secretário de Habitação, Paulo Roriz. O quinto membro, segundo Batista, será indicado pelo presidente da Câmara Legislativa, Wilson Lima (PR).

 

Com informações da Agência Brasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.