Deputados decidem votar texto original do Orçamento

Após reunião entre líderes dos partidos com o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), os deputados decidiram votar o texto original da PEC do Orçamento Impositivo, sem um porcentual específico para a saúde. De acordo com os líderes, o governo não assumiu o compromisso de evitar a judicialização do processo e a maioria concordou que era mais seguro votar o texto original e deixar para o Senado uma eventual alteração.

DAIENE CARDOSO, Agência Estado

13 de agosto de 2013 | 21h00

Durante a tarde, os líderes chegaram a falar em destinar um terço das verbas das emendas individuais para a saúde. "Mas não houve um compromisso do governo de não judicializar", revelou o deputado Mendonça Filho (DEM-PE). Neste momento, os líderes continuam reunidos, agora com a presença da ministra da Secretaria de Relações Institucionais, Ideli Salvatti.

Tudo o que sabemos sobre:
Orçamento impositivoCâmara

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.