WILTON JUNIOR/ESTADÃO
WILTON JUNIOR/ESTADÃO

Deputados da base também evitam registrar presença para votar denúncia contra Temer

Objetivo é tentar provocar o adiamento, para deixar Temer 'sangrando' por mais tempo

Igor Gadelha, O Estado de S. Paulo

25 de outubro de 2017 | 13h01

BRASÍLIA - Alguns deputados de partidos da base aliada também aderiram à estratégia da oposição de não registrar presença na sessão plenária desta quarta-feira, 25, da Câmara, em que está marcada a votação da denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o presidente Michel Temer.

+ Oposição monta plenário paralelo em protesto pelo adiamento da votação da denúncia contra Temer

O Broadcast Político constatou pelo menos três casos. Um deles foi o deputado Elmar Nascimento (BA), que é do DEM, mesmo partido do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (RJ). A reportagem ouviu Nascimento dizer, no cafezinho do plenário, que só iria marcar presença após ter pendências no governo resolvidas. 

Os deputados Jutahy Júnior (BA) e Vanderlei Macris (SP), ambos do PSDB, também foram vistos no plenário, mas não registraram presença. "Só às 15 horas", justificou Jutahy. Os dois tucanos votaram contra Temer na primeira denúncia e devem repetir o voto na segunda.

+ Ao Vivo: Plenário vota segunda denúncia contra Temer e ministros

Deputados da oposição estão na Câmara, mas também não registraram presença no plenário da Casa. O objetivo é tentar provocar o adiamento da votação da denúncia, para deixar Temer "sangrando" por mais tempo. Juntos, opositores reúnem cerca de 120 deputados.

A sessão para votação da denúncia já foi aberta antes das 10 horas da manhã. A discussão da matéria, inclusive, já foi encerrada. No entanto, para que a votação comece de fato pelo menos 342 dos 513 deputados devem marcar presença no plenário. Até 11h42, porém, apenas 271 parlamentares tinham registrado. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.